• Casa de Mário Cravo
     CAPOEIRA ANGOLA
    Rio Vermelho, 1955

    Rua Garibaldi (hoje Av. Anita Garibaldi) 556, Rio Vermelho, Salvador


    Av. Anita Garibaldi 556, Rio Vermelho


    Galeria de texto e fotos

    • Leia o texto abaixo

    • GOLPES: "aú com agulhão", "chibata", "fim de uma ponte".

      O Cruzeiro, 10 de dezembro de 1955

      Foto de João Martins

    • GOLPES: "aú com agulhão", "chibata", "fim de uma ponte".

      O Cruzeiro, 10 de dezembro de 1955

      Foto de João Martins

    • GOLPES: "aú com agulhão", "chibata", "fim de uma ponte".

      O Cruzeiro, 10 de dezembro de 1955

      Foto de João Martins

    • "RABO DE ARRAIA". Qualquer golpe seria decisivo numa luta a valer.

      O Cruzeiro, 10 de dezembro de 1955

      Berimbaus: M Waldemar e ?
      Jogando: ? e ?

      Foto de João Martins

    • Instrumentos:
      ? (pandeiro),
      ? (pandeiro),
      M Waldemar (berimbau),
      ? (berimbau)
      Em pé: ? (atrás de M Waldemar) e M Zacarias Boa Morte
      Jogando: ? e ?
      Casa de Mário Cravo Júnior, Rio Vermelho, Salvador
      1955?
      Foto de João Martins?
      Acervo de Joel Alves Bezerra

    • Capoeira, luta dançada na fase do "preceito".

      Sentados:
      ?,
      ? (berimbau),
      M Waldemar (berimbau),
      ?,
      Agachados: ? e ?
      Casa de Mário Cravo Júnior, Rio Vermelho, Salvador
      1955?
      Foto de João Martins?
      Danças do Brasil (1958) - Felícitas Barreto

    • Instrumentos:
      ? (berimbau),
      ? (pandeiro),
      M Waldemar? (berimbau)
      Agachados: ? e ?
      Casa de Mário Cravo Júnior, Rio Vermelho, Salvador
      1955?
      Foto de João Martins?
      Acervo de Joel Alves Bezerra

    • Homem Mal e M Waldemar
      Casa de Mário Cravo Júnior, Rio Vermelho, Salvador
      1955?
      Foto de João Martins?
      Acervo de Joel Alves Bezerra


    • Instrumentos: ?
      Em pé M Waldemar, na negativa ?
      Casa de Mário Cravo Júnior, Rio Vermelho, Salvador
      1955?
      Foto de João Martins?
      Acervo de Joel Alves Bezerra

    • Lourival - Homem Mal (irmão do mestre) e M Waldemar
      Casa de Mário Cravo Júnior, Rio Vermelho, Salvador
      1955?
      Foto de João Martins?
      Acervo de Jonildo Bacelar

    • [..] mestres da Capoeira [Lourival - Homem Mal (irmão do mestre) e M Waldemar] praticam sua arte junto a esculturas de Mário Cravo, o Tocador de Berimbau, à direita.
      Casa de Mário Cravo Júnior, Rio Vermelho, Salvador
      1955?
      Foto de João Martins?
      Acervo de Jonildo Bacelar

    • Mário Cravo junto ao seu Tocador de Berimbau, em sua antiga casa no Rio Vermelho, em Salvador, nos anos 1950. Mário Cravo, ele próprio, era capoeirista e tocava berimbau.

      O Tocador de Berimbau (1951) foi feito em madeira vinhático, com três metros de altura. Foi exposto no Belvedere da Sé, em Salvador, em 1955. Fazia parte do acervo do Hotel Nacional, em Brasília, quando foi leiloado em 2013.

      Casa de Mário Cravo Júnior, Rio Vermelho, Salvador
      1955?
      Foto de João Martins?
      Acervo de Jonildo Bacelar


    • Instrumentos: ?
      Jogando: Lourival - Homem Mal (irmão do mestre) e M Waldemar
      Casa de Mário Cravo Júnior, Rio Vermelho, Salvador
      1955?
      Foto de João Martins?
      Acervo de Joel Alves Bezerra


    • Instrumentos: ?
      Jogando: ? e M Waldemar
      Casa de Mário Cravo Júnior, Rio Vermelho, Salvador
      1955?
      Foto de João Martins?
      Acervo de Joel Alves Bezerra

    • Jogando: ? e M Waldemar
      Casa de Mário Cravo Júnior, Rio Vermelho, Salvador
      1955?
      Foto de João Martins?

    • Roda de M Waldemar
      Casa de Mário Cravo Júnior, Rio Vermelho, Salvador
      1955?
      Foto de João Martins?

    • Roda de M Waldemar
      Casa de Mário Cravo Júnior, Rio Vermelho, Salvador
      1955?
      Foto de João Martins?

    • Jogando: Lourival - Homem Mal (irmão do mestre) e M Waldemar
      Casa de Mário Cravo Júnior, Rio Vermelho, Salvador
      1955?
      Foto de João Martins?

    • Roda de M Waldemar
      Casa de Mário Cravo Júnior, Rio Vermelho, Salvador
      1955?
      Foto de João Martins?

    • M Waldemar e Homem Mal
      Casa de Mário Cravo Júnior, Rio Vermelho, Salvador
      1955?
      Foto de João Martins?

    • Jogando: Homem Mal e M Waldemar
      Casa de Mário Cravo Júnior, Rio Vermelho, Salvador
      1955?
      Foto de João Martins?

    • Roda de M Waldemar
      Casa de Mário Cravo Júnior, Rio Vermelho, Salvador
      1955?
      Foto de João Martins?

    • Roda de M Waldemar
      Casa de Mário Cravo Júnior, Rio Vermelho, Salvador
      1955?
      Foto de João Martins?
      Acervo de Joel Alves Bezerra

    • Homem Mal e M Waldemar
      Casa de Mário Cravo Júnior, Rio Vermelho, Salvador
      1955?
      Foto de João Martins?
      Acervo de Joel Alves Bezerra

    M Waldemar, 1955


    O texto

    • a página acima

      -

      O Cruzeiro, 10 de dezembro de 1955

      "Tamunderê, cumo tá, cumo tá,
      Tamunderê, cumo tá vosmicê"

      A CAPOEIRA DE ANGOLA

      Texto e fotos de JOÃO MARTINS

      A "CAPOEIRA" foi trazida da África para a Bahia pelos negros de Angola escravizados. O nome dessa luta original, na qual a cabeça e os pés são mais usados do que as mãos, tem uma origem tão interessante como ela própria. O caso é que êsse meio de defesa e ataque dos escravos, contra o qual os colonizadores se viam inferiorizados, foi terminantemente proibido. Os negros fugidos, entretanto, se escondiam nas capoeiras de mato e ali se defendiam dos que perseguiam ou atacavam os viajantes. Daí batizaram êsses elementos de "capoeiras", denominação que acabou caracterizando a luta própriamente dita. Outra coisa interessante é que os escravos, para praticarem o seu esporte, trataram de camuflá-lo à maneira de uma dança, ao som do berimbau, do caxixi, do reco-reco e do pandeiro. E assim a "capoeira" foi passando de geração a geração até os nossos dias, quando constitui o que se pode chamar de verdadeira luta típica brasileira. Uma luta aliás de alta eficiência, que deveria ser melhor difundida, como atualmente se está fazendo com o jiu-jitsu e com o box. Na Bahia é onde se encontram os maiores mestres dessa tradição, como Valdemar, Onça Preta, Reginaldo, etc., além do famoso Mestre Bimba que, entretanto, introduziu na "capoeira" golpes de luta livre e de jiu-jitsu, formando o que êle chama de "luta regional baiana", pelo que é criticado e combatido pelos que praticam a pura e antiga luta de Angola.



Flickr Fotos

    Atualizações do blog direto a seu inbox

    Back to Top