• Mudou sua capoeira a
     SEU BARRACÃO NOVO
    ca 1954





    A PRÉVIA

    Até meados da década de 1960, quando o bonde foi extinto, o bairro do Pero Vaz era conhecido como Corta-Braço. Santos et al, 2010.

    [..] o final da linha [número 8] do bonde era na Lapinha. De lá, tinha-se que vir andando [a Corta-Braço].  leia mais 

    : Buscando o termo Pero Vaz nas edições do jornal O Momento estamos vendo porém que a rua Nova Pero Vaz já existiu no Corta-Braço em 1948. Então podemos ver que a transição de Corta-Braço a Pero Vaz já começou bem no início do novo bairro, possívelmente por causa da má fama do nome anterior.

    É bem provável que para construir o novo barracão o mestre recebeu ajuda monetária do futuro deputado federal (1955-1958) Carlos de Faria Albuquerque. Isto levou o mestre colocar na entrada de seu barracão uma bandeira de suporte ao dito cujo. Como o barracão era bem visitado por muitos, isto bastante ajudou o Albuquerque para ganhar nas eleções de 1954. Como a bandeira parece de cabeça para baixo, podemos pensar que o ano das fotos é 1955, quando ela já tinha servida seu objetivo, mas não foi tirada ainda (veja abaixo!).

    OS MATERIAIS

    1955: Verger, Dreyfus-Roche

    As fotografias mais antigas do barracão novo são de Pierre Verger. Por causa da polémica datação delas vamos às fotos de Brill de 1953 e vemos que essas mostram um barracão inferior e outras diferenças das fotos de Verger. Sugeremos que as fotos de Verger foram feitas em 1955 e o barracão novo em 1954.

    Lühning e Pamfílio em 2012 especulam que as fotos "do barracão de Waldemar que foram tiradas em 1948 e 1950". Isto só serve por um grupo de fotos que não mostram o barracão. Para ver o grupo de fotos com o barracão veja abaixo e  leia mais 

    • A bandeira no barracão de M Waldemar (quadrado vermelho)
      1955
      Acervo de Fundação Pierre Verger

    • Barracão Velho e Novo de M Waldemar
      A. Brill, 1953 e P. Verger, 1955
      Acervos: IMS & Fundação Pierre Verger

    O Barracão Novo

    Na contra-capa do disco de 1955 de Dreyfus-Roche lemos que:

    «Les enregistrements effectués à Bahia, à la fin de la mission que nous avait acordeé le C.N.R.S.* en 1955, n'auraient pu être recueillis et publiés sans l'aide infiniment précieuse de Pierre Verger, éminent spécialiste des cultes afro-brésiliens et bahianais de coeur qui a bien voulu nous recommander à MM. Carybé, Mario Cravo, le Dr. Octavio Mangabeira, Vivaldo Costa Lima, Carlos Vasconcelos Maia, Edio Gantois.»

    Tradução de Google: «As gravações feitas na Bahia, no final da missão que havíamos agido, o C.N.R.S. em 1955, não poderia ter sido coletado e publicado sem a inestimável ajuda de Pierre Verger, eminente especialista em cultos afro-brasileiros e baianos que gentilmente nos recomendou a MM. Carybé, Mario Cravo, Dr. Octávio Mangabeira, Vivaldo Costa Lima, Carlos Vasconcelos Maia, Edio Gantois.»

    Isto coloca o Verger em Salvador no ano de 1955.

    * Centre National de la Recherche Scientifique

    : É muito provável, que as gravações de Dreyfus-Roche aconteceram no barracão novo.  leia e escuta mais 

    1956: Péret, Leal

    Péret em 1956 conta sobre sua interessante visita ao barracão de M Waldemar, porém não menciona nela alguma rua específica.  leia mais 

    Leal em A Tarde de 1956 escreve: [..] na Escola [..] do "mestre" Waldemar, na rua do Pero Vaz, na Liberdade.

    1957: Araguaya

    Araguaya em 1957 no Correio Paulistano descreve a capoeira de M Waldemar ficando à Rua Pero Vaz, no Bairro da Estrada da Liberdade. Uma legenda de uma foto adiciona: Estamos em plena Estrada da Liberdade. Ai funciona a capoeira de Mestre Waldemar. : As fotos porém parecem de ser do barracão velho:  veja mais 

    1961: Peixoto

    Peixoto em Diário de Notícias de 1961 escreve: No Corta Braço [..] encontram-se [..] os mestres Traira e Valdemar.

    1968: Rego

    Rego em 1968: Possuía academia de capoeira na Estrada da Liberdade. Hoje, quando quer, joga ao ar livre com colegas amigos, ou nas suas academias [se ainda existentes, aonde?].

    A POSSÍVEL LOCALIZAÇÃO DO BARRACÃO NOVO

    : Podemos concluir que o barracão novo ficou perto do cruzamento da Estrada da Liberdade e da Rua Pero Vaz. Isto muito facilitou os turistas acharem o barracão. Estamos porém em espera de confirmação disso.


Flickr Fotos

    Atualizações do blog direto a seu inbox

    Back to Top