• Jornal do Brasil, RJ
     TELEGRAMA AFASTA PASTINHA
    26 de outubro, 1971

    Imagem

    • Leia o texto abaixo

    Mestre Pastinha, 1971

    O texto

    • página

      -

      Telegrama afasta Pastinha

      Salvador (Sucursal) – Mestre Pastinha viajou ontem inesperadamente para o Rio e seus vizinhos de pensão souberam informar apenas que „êle recebeu um telegrama urgente para tratar das vistas.“

      O velho capoeirista de 82 anos não pôde assim ouvir uma notícia que lhe traria muita alegria: o superintendente da Sutursa, atendendo a recomendação do prefeito Cleriston Andrade, resolveu aumentar a sua pensão de Cr$ 147 para Cr$ 300.

      Mestre Pastinha desde que começaram as obras de reforma do Largo do Pelourinho – onde fica situada a sua Academia – vive só num velho e úmido quarto de pensão na Rua Afredo Brito, 14, sobrevivendo às custas da pensão da Sutursa e da ajuda de alguns ex-alunos. Os seus vizinhos não sabem informar quem mandou chamar, nem onde o velho capoeirista vai se submeter à operação.

      Também a Superintendência de Turismo de Salvador foi supreendida com a viagem de Pastinha: o superitendente Herval Pedreira mandou ontem pela manhã uma assistente-social comunicar-lhe o aumento de mais de 100% em sua pensão e encontrou o quarto vazio. Pastinha recebia até ontem a pensão mensal de Cr$ 147 (um salário mínimo) „por prestação de serviço.“ Para conseguir aumentá-la para Cr$ 300, a Sutursa transferiu a verba para „auxílio por serviço prestado.“

      Êsse aumento era uma velha reivindicação de Pastinha, que agora aguarda apenas o cumprimento de outra promessa do Governo: a restituição, após as obras de restauração do conjunto arquitetónico do Pelourinho, do velho casarão onde ensina capoeira de Angola há quase 50 anos [16 anos – velhosmestres.com].


Flickr Fotos

    Atualizações do blog direto a seu inbox

    Back to Top