• Ibicaraí, Bahia
     Faleceu M Azulão Baiano, 82
    15 de maio de 2016

    Sobre M Azulão

    Nascido em outubro de 1934 na cidade de Rapa Tição na Bahia hoje conhecida como Ipiau. Grande violeiro e repentista, ator de teatro e artista de circo, na bateria ou nos tambores de candomblé Azulão Baiano, como é conhecido, canta em verso e prosa as estórias de sua região. Reconhecido por seu canto e seus improvisos nas décadas de 1950 e 60, desde suas primeiras aulas no fundo de um quintal em Nazaré das Farinhas até as rodas em Itabuna, Ilhéus e região, e aulas na academia Nossa Srª de Fátima, fez seu nome e seus improvisos onde poderia ser encontrado com a alcunha de Barba Russa. Um acidente, montando animais de corrida, tirou Barba Russa da vadiagem da Capoeira Angola. Quase 40 anos depois temos o prazer de tê-lo mais forte e alegre do que nunca, de volta à comunidade e para as rodas de capoeira angola.

    Além de poeta, Azulão Baiano, violeiro nato, foi militar, regente de fanfarras/filarmônicas e bandas do Estado, dois gravou dois CDs, com músicas da nossa história regional, muito delas voltadas para a magia do candomblé.

    O Mestre Azulão Baino veio falecer no dia 15 de maio de 2016 na cidade de Ibicaraí, cidade há 35 quilômetros de Itabuna-BA aos 82 anos de idade.

    Mais aqui e aqui

    Imagem

    • Faleceu M Azulão Baiano

    M Azulão Baiano


Flickr Fotos

    Atualizações do blog direto a seu inbox

    Back to Top