• Capoeira Angola. Ensaio Socioetnográfico
     W. Rego sobre M Gato Preto
    1968

    Citações

    Gato (José Gabriel Goes) nasceu em Santo Amaro da Purificação, a 19 de março de 1929 [1930 - velhosmestres.com, veja ano 1930]. Aprendeu desde criança a jogar capoeira com seu pai Eutíquio Lúcio Chagas [provável erro aqui, deveria ser Góes], capoeira famoso em Santo Amaro da Purificação. Gato é um excelente capoeira. Joga admiràvelmente bem e com uma agilidade incrível. Mas o que o distingue entre todos é a astúcia felina, como arma e se safa dos golpes, que em todo o desenrolar do jôgo dá a impressão de um grande espetáculo de ballet. Ao lado do virtuosismo do jôgo há o do toque que o faz muito bem. Foi um dos mestres de capoeira a integrar a delegação brasileira no Premier Festival International des Arts Nègres de Dakar [em 1966, veja ano 1966]. Na gravação de capoeira feita pela Editôra Xauã [em 1963, veja ano 1963], atua como tocador de berimbau.

    [Os ritmos de M] Gato (José Gabriel Goes):
    Angola
    São Bento Grande
    Jogo de Dentro
    São Bento Pequeno
    São Bento Grande de Compasso
    São Bento de Dentro
    Angolinha
    Iuna
    Cavalaria
    Benguela
    Santa Maria
    Santa Maria Dobrada
    Samba de Angola
    Ijexá
    Panhe a laranja no chão tico-tico
    Samongo
    Benguela Sustenida
    Assalva ou Hino

    No toque Ijexá, na capoeira de Gato (José Gabriel Goes), o nome é apenas um rótulo, pois o toque em si é uma alteração dos já conhecidos.

    [Os golpes de M] Gato (José Gabriel Goes):
    Bananeira
    Meia lua
    Chapa-pé
    Tesoura
    Chibata armada
    Cabeçada

    Rabo de arraia
    Rasteira
    Plantar bananeira
    Leque ou boca de sirí

    A Academia Baiana de Capoeira Angola, situa à rua Christiani Ottoni, antigo Mirante do Calabar [veja o mapa abaixo], com exibições às terças e quintas, das 20 às 22 horas e aos domingos das 9 às 12 horas, é dirigida por Mestre Gato (José Gabriel Goes). Não obstante se tratar de uma academia relativamente nova, vez que foi fundada em 1962, a Academia Baiana de Capoeira Angola [sabemos que M Gato já fundou sua academia em 1955, veja ano 1955, provávelmente só mudou para rua Christiano Ottoni em 1962] é de grande importância entre as demais. Dispõe de excelentes discípulos e tocadores de berimbau, além de apresentar uma característica diferente das outras, que é o ensino da capoeira ao sexo feminino e ser a preferida pelos alunos da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia, para o aprendizado de capoeira, devido ao valor de seu Mestre à capacidade didática que tem para transmitir seus ensinamentos.

    Local da escola de M Gato » Mirante do Calabar (hoje Jardim Apipema), escolinha da dona Pompilha

    Escola Baiana de Capoeira Angola no antigo Mirante do Calabar


Flickr Fotos

    Atualizações do blog direto a seu inbox

    Back to Top