•  Besouro foi ser saveirista

    Mas Besouro não era homem de ficar parado [depois da expulsão do exercito]. Tratou de achar logo outra ocupação, e foi através dela que retornou para casa [a Santo Amaro]. Depois de tanto trabalhar na terra, resolveu virar homem do cais, foi ser saveirista. O contato com as águas não lhe era tão estranho, afinal contam que foi nadando pelo Rio Subaé que ele escapou muitas vezes da polícia. Espírito de viajante já possuía. A bordo de sua lancha, batizada de Deus me guie, nas muitas viagens entre Salvador e as cidades do recôncavo, Besouro deve ter refletido sobre a vida que levava, de dias incertos, de novas aventuras a cada amanhecer.

    Fonte

    De acordo com [Noca de] Jaco [Ernesto Ferreira da Silva, 1899-?], Besouro nasceu e cresceu na cidade [de Santo Amaro], tendo deixado o serviço militar, ele trabalhava em um navio chamado "Deus me guie".

    Liberac, 2002

    Uma viagem de cerca 57 km



Flickr Fotos

    Atualizações do blog direto a seu inbox

    Back to Top